Em ST população quer saber do sorteio da campanha do IPTU 2014 que deveria acontecer em dezembro

Alguns contribuintes estão cobrando a realização do sorteio da Campanha do IPTU 2014(Imposto Predial e Territorial Urbano) da Prefeitura de Serra Talhada, que segundo informava nos próprios carnês, aconteceria no dia 24 de dezembro/14, e até nada aconteceu.

 

Em 02 de julho de 2014, a Prefeitura de Serra Talhada publicou no seu site, notícia informando do lançamento do carnê do IPTU, na época, a população se revoltou com o percentual de aumento praticado pelo governo municipal sobre o imposto. Depois de muita polêmica, a Prefeitura recuou e concedeu descontos na tentativa de acalmar os contribuintes. A tática surtiu efeito e mesmo ainda existindo focos de resistência a arrecadação continuou sem atropelos.

 

Na matéria publicada pelo governo municipal (leia aqui), era anunciado também a realização de sorteio para os contribuintes que estivessem em dia com o IPTU. Segundo a informação do site seriam sorteados entre os  contribuintes adimplentes, 02 telefones celulares, 1 notebook, 1 TV LCD, 2 fornos de micro-ondas, 02 ventiladores, 01 moto 0K e 1 carro 0K. A data anunciada para acontecer o sorteio (24 de dezembro) passou sem que a prefeitura tocasse no assunto.

 

No primeiro ano da gestão do prefeito Luciano Duque, também o sorteio prometido pelo seu  governo na campanha do IPTU daquele ano (2013), que deveria acontecer em junho,  acabou só acontecendo já no início de 2014 depois de muita cobrança da população.

 

Mais uma vez se repete a prática e os contribuintes começam a “botar a boca no trombone” cobrando um pronunciamento da Prefeitura quanto ao sorteio dos prêmios anunciados.

 

Até agora não foram lançados os novos carnês ou campanha para arrecadação do IPTU-2015 e o temor da população é que seja lançado uma nova campanha antes de se cumprir o prometido na campanha anterior.

 

O C1 procurou a Assessoria de Imprensa da Prefeitura para se pronunciar sobre o caso, até o fechamento desta matéria (22:00 h do dia 05 de março) não recebemos nenhuma informação.