Doença de chagas atinge e Serra Talhada e Afogados e mais 17 cidades pernambucanas

Cerca de 19 cidades pernambucanas reúnem altos índices de infestação dos imóveis pelo vetor, presença de colônia dos insetos denominados barbeiro, nas residências, que já possuem moradores infectados com a doença.

As informações foram repassadas pelo Programa Sanar, do departamento de Doenças Negligênciadas da Secretaria Estadual de Saúde.  Os 19 municípios com risco de transmissão são: Limoeiro, Afrânio, Dormentes, Orocó, Petrolina, Tabira, Carnaíba, Iguaraci, Itapetim, Quipapá, Salgueiro, Terra Nova, Parnamirim, Santa Cruz, Santa Filomena, Afogados da Ingazeira, Ingazeira, São José do Egito e Serra Talhada.

Segundo o coordenador do programa, Alexandre Menezes, o Sanar irá realizar ações em parceria com as secretarias de saúde dos municípios afetados, além de promover a capacitação de profissionais da área para diagnóstico e tratamento básico.

Nos anos 90, o país obteve um certificado justamente por ter conseguido eliminar a transmissão da doença pelo barbeiro, mas segundo pesquisadores, outras espécies de barbeiro passaram a picar humanos deixando eles infectados com a doença.