Diretores da FIS se reúnem com ministro da Educação, no Recife

O diretor presidente da Sociedade de Ensino de Serra Talhada – SESST e diretor acadêmico da Faculdade de Integração do Sertão (FIS), Luís Pereira de Melo Junior, se reuniu na última quarta-feira (1° de março), conhecida também como ‘Quarta-Feira de Cinzas’ para tratar de assuntos relacionados ao ensino superior no Sertão.

luis_mendoncinha_celio

A visita ocorreu no escritório do Ministério da Educação e Cultura (MEC), na Ilha do Leite, no Recife (PE). Na ocasião, Luís Pereira de Melo Júnior esteve acompanhado pelo diretor administrativo da FIS, Célio Antunes, na audiência com o ministro Mendonça Filho.

Luís Pereira de Melo Júnior reforçou que a motivação da reunião foi colocar em pauta a importância da interiorização e expansão do ensino superior não só para a cidade de Serra Talhada, mas de toda a região do Sertão do Pajeú com consequências positivas para os demais sertões de estados vizinhos como Ceará, Paraíba e Bahia, que fazem divisa com Pernambuco.

Luís Pereira destacou a importância do ensino no desenvolvimento regional. “Temos percebido nesses dez anos da FIS no Sertão a importância de discutir um modelo de desenvolvimento que envolva a participação do ensino, da educação como um dos pilares da região do Sertão do Pajeú, mas também das dezenas de cidades a quem atendemos ao receber estudantes em busca de ensino superior. Discutir essas estratégias de desenvolvimento econômico e social pensado a partir da educação é de suma importância porque a missão da FIS tem se consolidado dia a dia, ano a ano com a inserção de profissionais formados e com visão humanista e empreendedora com os olhos voltados para essas regiões”, frisou.