Dez ex-prefeitos e gestores em exercício do cargo no Sertão estão na lista dos ficha sujas do TCE

O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) encaminhou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE/PE) a lista contendo os nomes dos gestores e ex-gestores públicos estaduais e municipais que tiveram suas contas rejeitadas nos últimos oito anos. Dentre os campeões pelo número de processos, estão Carlos Evandro (Serra Talhada), Eugênia Araújo (Betânia), Dr Maninho (Triunfo), Nemias Gonçalves (Custódia) e Rorró Maniçoba (Floresta). Também chama a atenção a presença de nomes de gestores como Luciano Bonfim (Triunfo), Marcones Libório (Salgueiro) e José Vanderlei (Brejinho).
O campeão de contas rejeitadas foi Carlos Evandro de Serra Talhada. Alguns nomes que pretendem ser candidatos este ano, como Luiz Carlos (Custódia), Sávio Torres (Tuparetama), Dessoles (Iguaracy), Marcone Santana (Flores) e Dinca Brandino (Tabira). O ex-prefeito de Flores, Marconi Santana consta na lista em quatro (4 processos) e figura nesta lista desde 2012, com possibilidades remotíssimas de conseguir mudar o quadro que tende a lhe levar a inelegibilidade para as próximas eleições.
A lista traz nomes como Afonso Ferraz (Floresta), Cícero Simões (Calumbi), Diomésio Alves (Solidão), Sávio Torres (Tuparetama), Edmilson Pereira (Quixaba), Genival Araújo (Betânia), Geni Pereira (Serra Talhada) , José Lopes (Itapetim), José Vanderlei (Brejinho), Cida Oliveira (Solidão), Nemias Gonçalves (Custódia), Rogério Leão (Belmonte) e Teógenes Lustosa (Santa Terezinha).

CLIQUE AQUI E CONFIRA A LISTA COMPLETA