Confira nossa matéria na TV Jornal/SBT sobre o casal de médicos cubanos que “deserdaram” de Serra Talhada para Miami


A coordenadora da atenção básica em saúde de Serra Talhada, Paula Duarte  informou que descobriu a fuga dos dois médicos cubanos que atendiam em postos de saúde no último dia 11, quando viu as imagens dos médicos em Miami pelo facebook.

Yandra Alayo atendia no bairro mutirão e Leonardo Ortiz na unidade básica de saúde do bairro São Cristóvão, teriam deixado Serra Talhada sem avisar a Secretaria Municipal de Saúde. Eles eram namorados e estavam na Capital do Xaxado desde dezembro e 2013.

 

Ainda de acordo com a atenção básica em saúde de Serra Talhada, os médicos atenção recebiam uma ajuda de custo de um pouco mais de R$ mil 1 mil reais e tinham um bom relacionamento com todos.

A secretaria de saúde de Serra Talhada providenciou um médico da cidade (Dr. Felipe, para atender uma vez por semana nos nos dois PSF’s,  mas  é insuficiente para atender a demanda de pacientes, conforme informa Maria de Lourdes, professora que reside ao lado da unidade básica de saúde do bairro São Cristóvão.

11001783_881847648540112_2565516993743733345_n-600x391 11011534_103683656634362_2892151969544844733_n

Quando percebeu o sumiço dos médicos, a coordenadora entrou em contato com os supervisores dos cubanos no país, que enviaram um comunicado ao Ministério da Saúde. Yandra e Leonardo foram desligados do programa. “Ainda aguardamos a liberação de dois médicos para substituírem o casal. Tivemos que contratar temporariamente um médico que está atendendo os postos descobertos após a fuga”, informou.

Para formalizar o pedido de desligamento, a coordenadoria precisou visitar a casa onde Yandra e Leonardo moravam. Eles dividiam o imóvel com outro médico cubano. “Fotografamos os quartos deles, que foram esvaziados. Eles só deixaram a cama, outros móveis e o ar-condicionado. Todas as roupas e objetos pessoais foram levados”, relatou Paula. O material foi anexado ao documento de solicitação de desligamento. “Eles eram bastante atenciosos com os pacientes. O médico que dividia a casa com eles também ficou surpreso com a fuga.”

O casal cubano teria aproveitado a folga da sexta-feira para pegar uma carona até Petrolina, de lá um vôo para São Paulo e em seguida para Miami. Eles foram os primeiros profissionais do programa Mais Médicos a deserdarem no Nordeste.