Cidades do interior registram 87 casos de chikungunya e Ministro da Integração Nacional vem ao Estado participar de reunião sobre ações de enfrentamento ao mosquito

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) de Pernambuco divulgou um balanços dos casos de chikungunya registrados no estado este ano. De acordo com os dados, foram notificados 1.502 casos, sendo 213 confirmados. Deste número, 126 foram no Recife e em cidades da Região Metropolitana e 87 em municípios do interior.

 

Foram confirmados casos em Itaíba (25), Iati (24), Jataúba (6), Águas Belas (12), Caruaru (1), Paranatama (2), Garanhuns (2) e Pedra (3), no Agreste, e Manari (4), Iguaraci (3), Arcoverde (1), Terezinha (2) e Inajá (2), no Sertão. Brejo Santo-CE também confirmou um caso.

Na XI Geres Serra Talhada, São José do Belmonte e Carnaubeira da Penha notificaram um caso da Febre chikungunya, cada. Na V Geres houveram 3 notificações chikungunya em Arcoverde, duas em Ibimirim, cinco em Inajá, 21 notificações em Manari, sete em Tacaratu e um em Petrolândia.

Já na VI Geres, Terra Nova e Salgueiro também notificaram uma caso, respectivamente. Na VII Geres, o município de Petrolina registrou 6 casos.

A secretaria informou ainda que os números susperam os registrados no ano passado, onde foram notificados 23 casos de chikungunya, mas apenas quatro foram confirmados.

 

O ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, e o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Adriano Pereira e ministro da Saúde, Marcelo Castro, integraram a comitiva da presidenta da República, Dilma Rousseff, neste sábado (5/12), em Recife (PE), na reunião “Ações para Enfrentamento das Doenças Transmitidas pelo Aedes aegypti (dengue, chikungunya e Zika)”.

 

O Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional vai apoiar ações do Ministério da Saúde no combate ao mosquito. A reunião aconteceu às 10h30, no Comando Militar do Nordeste. Ficou definido que o exército vai apoiar o trabalho dos agentes de edemias no interior.