Campus Salgueiro da Univasf precisará de 20 professores e 24 técnicos administrativos

Com a aprovação da expansão da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) para o município de Salgueiro, chancelada na última sexta-feira (14), o Conselho Universitário (Conuni), os procedimentos para colocar o projeto do Ministério da Educação (MEC) em prática devem ser iniciados nos próximos meses. O campus já deve funcionar em local provisório em breve.

Segundo cálculo de quantitativo feito pelo Conuni, o novo campus demandará um total de 20 professores e 24 técnicos administrativos em educação (TAE). A unidade vai oferecer o curso de Engenharia de Produção com carga horária de 3.600 horas em cinco anos e Ciência da Computação com carga horária de 3.000 horas em quatro anos.

Para o curso de engenharia são necessários 11 docentes, enquanto a graduação na área da computação demandará nove professores. São precisos 13 TAEs para Engenharia da Produção e 11 para dar suporte ao curso de Ciência da Computação. Os cursos seguirão o modelo DIFES/SESU/MEC.

Por Alvinho Patriota