Câmara de Serra Talhada realiza primeira sessão após a campanha e já começa articular escolha do novo presidente

Diversos parlamentares que se reelegeram para cumprir um novo mandado  fizeram discursos de agradecimento e compromissos na primeira sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Serra Talhada após as eleições aconteceu na segunda-feira (3).

O vereador petista, Sinézio Rodrigues foi o contundente e desabafou que ele e os demais candidatos do Partido do Trabalhadores foram xingados, mas sobreviveram por não terem vergonha por sermos do PT. Mesma situação do prefeito petista Luciano Duque, que não abandonou o partido,  pelo contrário, ampliou a quantidade de vereadores alaidos, de 10 para 12.

A maioria dos vereadores da atual legislatura conseguiu se reeleger, a exceção ficou por conta do vereador Edmundo Gaia. Já o ex líder da oposição, Dr. Leirson Magalhães não se candidatou para reeleição.

 

 

Pela tradição, quem dará posse ao prefeito deverá por se tornar a primeira presidente da Câmara deve ser a vereadora Alice Conrado, já que obteve o maior número de votos no pleito: 2.029 votos.

A dívida é se ela ficará na presidência no próximo biênio ou convocará eleições. Nailson Gomes que concorreu com Agenor de Melo Lima na última disputa e perdeu afirmou que estará apto, juntamente com os demais, para a disputa. Quem também, em conversa com o Caderno 1 revelou que deve apresentar seu nome para disputar a presidência da Casa é o atual vice-presidente Sinézio Rodrigues. Os dois, juntamente com Pinheiro de São Miguel, fazem parte da mesa diretora.