Ex prefeito Carlos Evandro, questiona porque o nome da esposa apareceu no lugar do dele em pesquisa encomendada pela oposição em ST

O ex prefeito Carlos Evandro disse no programa Além da Notícia, da Vila Bela FM que estranhou o fato de não ter aparecido como opção na pesquisa do instituto Opinião, em parceria com o Blog do Magno Martins. Perguntado sobre a pontuação da esposa Socorro Brito, ele reafirmou que ela não é pré-candidata em nem deveria ter pontuado. Escute o áudio:

Segundo o Blog do Magno a pesquisa realizada nos dias 5 e 6 últimos coloca o secretário estadual de Transportes, Sebastião Oliveira (PR), na liderança, com 37,1% das intenções de voto contra 27,1% do prefeito Luciano Duque (PT), que disputa a reeleição.

Marquinhos Dantas (SD) aparece em terceiro lugar com 8,6%, Doutor Nena (PSDB) vem em seguida com 7,4% e Socorro Brito (PSB) tem apenas 2,9%. Pontuaram ainda o Professor Israel (PMDB), com 1,7%, e Doutor Jailson (PMN), com 0,9%. Brancos e nulos somam 6% e 8,3% se apresentaram indecisos. Na espontânea, entretanto, o prefeito aparece à frente de Sebá – 21,4% contra 6,3%.

Doutor Nena aparece em seguida com 1,1%, Carlos Evandro com 0,9% e Doutor Ricardo Valões com 0,3%. No cenário estimulado, em que Sebastião fica de fora e é substituído pelo Doutor Fonseca, Luciano Duque lidera com folga. Aparece com 31,1% das intenções de voto contra 17,4% do republicano. Em seguida, vem Marquinhos Dantas, com 11,7%, Doutor Nena 10% e Socorro Brito com 3,1%, Professor Israel com 2% e Doutor Jailson 1,7%. Brancos e nulos somam 10% e 13% representam os indecisos.

O Opinião levantou ainda mais dois cenários. O primeiro, num confronto direto entre o prefeito Luciano Duque e o secretário Sebastião Oliveira, adversários na eleição passada, o republicano, que foi derrotado, agora leva vantagem. Aparece com 48,9% contra 31,4% de Duque. Brancos e nulos somam 11,1% e indecisos são apenas 8,6%.

No segundo cenário de confrontos, em que o nome de Sebastião é substituído pelo de Socorro Brito, esposa do ex-prefeito Carlos Evandro, o prefeito Luciano Duque aparece na frente com 46,9% contra 20,6% da socialista. Brancos e nulos sobem para 21,4% e indecisos somam 11,1%.

A margem de erro é estimada em 5,2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo PE-05359/2016. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação.

Sebastião Oliveira tem seus maiores percentuais de intenção de voto entre os eleitores mais jovens, na faixa etária de 16 a 24 anos (44,6%), entre os eleitores com renda familiar entre três a cinco salários mínimos (43,5%) e entre os eleitores com grau de instrução no ensino médio (42,2%). Por sexo, seu maior percentual está entre os eleitores femininos – 39,5% contra 34,4% dos homens.

Suas menores taxas de intenção de voto aparecem entre os eleitores com renda acima de cinco salários mínimos (20,8%), entre os eleitores com grau de instrução superior (26,8%) e entre os eleitores na faixa etária de 45 a 59 anos (29,1%).

Já o prefeito Luciano Duque se apresenta mais forte entre os eleitores com renda familiar acima de cinco salários mínimos (34%), entre os eleitores com grau de instrução superior (31,7%) e entre os eleitores na faixa etária de 16 a 24 anos (30,8%). Por sexo, 30% são homens e 24,7% mulheres.

Duque tem, por sua vez, suas menores taxas de intenção de voto entre os eleitores com renda familiar entre três e cinco salários mínimos (15,2%), entre os eleitores com grau de instrução médio (22,2%) e entre os eleitores na faixa etária de 25 a 34 anos (24,1%).

AVALIAÇÃO: A gestão do prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), é aprovada pela maioria dos entrevistados no levantamento do Instituto Opinião. Dos que responderam sobre o grau de satisfação da administração, 50,9% disseram que aprovam e 37,7% afirmaram que desaprovam, enquanto 11,4% disseram que não sabiam responder ou se negaram a responder.

Os maiores percentuais de aprovação de Duque aparecem entre os eleitores com grau de instrução até a 4ª série (58,7%), entre os eleitores na faixa etária de 35 a 44 anos (57,5%) e entre os eleitores com renda familiar de apenas um salário mínimo (51,6%). Por sexo, sua maior aprovação está entre os eleitores masculinos – 55,6% contra 46,8% das mulheres. Já o governador Paulo Câmara (PSB) tem uma aprovação maior do que a desaprovação – 38,9% contra 31,1%. Dos entrevistados, 30% disseram que não sabiam avaliar.

Quanto à presidente Dilma, 50,6% desaprovam e 36,9% aprovam, pior cenário entre os gestores avaliados. O levantamento do instituto Opinião foi a campo nos dias 5 e 6 últimos, sendo aplicados 350 questionários nos seguintes bairros: AABB, Bom Jesus, Cachoeira, Cagep, Caxixola, Centro, Cohab, Ipsep, Malhada, Mutirão, Nossa Senhora da Conceição, São Cristóvão, São Sebastião, Várzea e Vila Bela. E na zona rural em Caiçarinha da Penha, Distrito de Bernardo Vieira, Distrito de Santa Rita, Distrito Tauapiranga, Logradouro, Luanda e Varzinha.

A margem de erro é estimada em 5,2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo PE-05359/2016. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação.