Assessoria da Prefeitura de Afogados diz que público da cidade superou o de Serra Talhada

IMG_7443

Os organizadores do “Todos por Pernambuco” comemoraram o aumento de público nas cinco primeiras etapas realizadas no Sertão. Em afogados, 1.203 pessoas se inscreveram para participar dos debates nas oito salas temáticas instaladas no IFPE. Em Serra Talhada, em 2011, sob a coordenação do então Governador Eduardo Campos, o público foi de 1.157 pessoas. Em Afogados, 1.358 pleitos foram apresentados pela população nas salas temáticas.

O Prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, anfitrião do evento, comemorou a alta ocupação da rede hoteleira e a movimentação da economia do município. “É com muita alegria que Afogados sedia esse encontro para ouvir a população. Gerando renda, movimentando a economia, recebendo pessoas de todo o Pajeú e de outras regiões do Estado. Ouvindo o povo o governante erra menos. Esse tem sido o jeito de governar do PSB,” declarou Patriota.

Patriota também comemorou o anúncio da chegada de uma unidade gestora do Prorural a Afogados da Ingazeira. Em seu discurso de abertura, o Prefeito fez questão de destacar a coragem do Governador Paulo Câmara em estar ao lado do povo, em tempos de grave crise, abrindo espaço para ouvir suas reivindicações, seus problemas.

O evento contou, em seu início, com apresentações dos poetas Diomedes Mariano e Edezel Pereira, além do Egipciense Antônio Marinho.

IMG_7923

Assim que foi informado pelo Governador Paulo Câmara de que a etapa do “Todos por Pernambuco” no Pajeú seria em Afogados da Ingazeira, o Prefeito José Patriota iniciou articulações para garantir um espaço para que as mulheres artesãs de Afogados pudessem ter um espaço para expor e comercializar seus trabalhos no “Todos por Pernambuco.”

 

Sob a coordenação da Secretaria Municipal de Assistência Social, a Prefeitura de Afogados organizou um espaço no IFPE, em frente à entrada da plenária principal – portanto, um local de grande visibilidade – para apresentar aos participantes o fruto da arte e do trabalho da artesã Afogadense.

 

Participaram a rede de mulheres produtoras do Pajeú e grupos organizados de mulheres dos bairros Borges, São Braz, Padre Pedro Pereira, Manoela Valadares e dos Conjuntos Residenciais Laura Ramos e Miguel Arraes. Juntos, esses grupos reúnem 150 mulheres empreendedoras.

 

Jogos de cama e mesa, bordados, cortinas, biscuits, cestas de vime e de jornal, pintura em espelhos, trabalhos em madeira, sandálias customizadas, crochês, dentre outros materiais. Ao chegar ao local do evento, o Prefeito José Patriota levou o Governador Paulo Câmara para conhecer o trabalho das artesãs Afogadenses. Ele parabenizou as mulheres pelo talento e empreendedorismo e destacou a importância do FEM Mulher para as organizações produtivas feministas.

 

Uma das propostas saídas dos grupos temáticos, mais especificamente no de Cidadania, foi apresentada por Afogados da Ingazeira: a de destinar 1% dos recursos do FEM Mulher para estimular o empreendedorismo feminino. “Buscamos trazer para cá o nosso talento, a nossa arte, tudo de bom que essas mulheres produzem. O objetivo da exposição foi apresentar para o conjunto do Governo do Estado as nossas potencialidades nesse segmento produtivo,” destacou Patriota.