Afirmação de Carlos Evandro de que foi Sebastião Oliveira quem encomendou pesquisa em Serra Talhada gera debate

Após o ex prefeito e pré-candidato, Carlos Evandro (PSB), afirmar que ligou para o jornalista Magno Martins questionando porque o nome da esposa (Socorro Brito) havia entrado no lugar do dele na pesquisa realizada em Serra Talhada, e ouvir do próprio, que a orientação teria partido do “aliado” Sebastião Oliveira (que inclusive teria encomendado a pesquisa), os ânimos da situação e oposição se exaltaram na Capital do Xaxado. A afirmação do ex gestor foi dada ao parceiro Júnior Campos.

 

O parceiro de Magno no Programa Frente a Frente e Assessor de Sebastião, Adriano Roberto partiu para a defesa: “Primeiro que Magno não faz pesquisa, contrata instituto pra fazer, segundo qual interesse que ele teria em manipular uma pesquisa em Serra? O Opinião acertou 100% das pesquisas municipais na eleição passada, a despeito de muita inimizade que Magno arranjou. Portanto raivinha de nada adianta. Quero agora saber quem pensa mesmo no povo ou no fígado”? Desafiou nas redes sociais.

 

E completou: “Tem um zum zum aí que a pesquisa foi encomendada. Quero dizer o seguinte: mesmo que tivesse sido encomendada por Carlos, Sebastiao ou seja lá quem for, alguém acha que Magno iria colocar a credibilidade dele em cheque por causa das eleições de Serra Talhada?”

 

Mas aí o vereador governista Sinésio Rodrigues (PT), bateu de frente: “Você (Adriano)  havia  dito  que  Magno não colocaria  em credibilidade  o blog  em  função  das  eleições  de Serra Talhada, mas  ele colocou,  brother! Segundo  Carlos Evandro,   foi Sebastião que  encomendou  a pesquisa.  O próprio Magno  confessa  pra  Carlos  que  o motivo  de  Carlos  não  tá  na pesquisa  foi  orientação  de Sebastião”, rebateu.
Aí Adriano deu a tréplica: “Bem, eu não chego a essa cúpula toda não e quando se trata de acertos de Sebastião e Magno nem eu quero saber e nem eles me dão conhecimento. Afinal trabalho com os dois, mas não sei da vida deles não’, conclui.

 

Em nota, Magno completou: “Sebastião Oliveira não tem nada haver com a pesquisa e o Instituto Opinião. Estava com esta pesquisa pronta para Serra Talhada, em parceria com o meu blog, há muito tempo. O que se diz em Serra Talhada é que Carlos Evandro não é candidato porque tem contas rejeitadas e em seu lugar tem a sua esposa, Socorro Brito. A gente não ia avaliar um nome que não será candidato e está com problemas na Justiça”.