Advogado diz que vai cobrar agilidade nas investigações dos videos que denigrem a imagem de mulheres serra talhadenses

O advogado Jailson Araújo afirmou durante entrevista na Vila Bela FM que foi procurado pelas vítimas e prometeu pedir agilidade nas investigações da polícia. Ele alertou que o autor (ou compartilhador) dos vídeos, que associa as vítimas a prostituição, pode sofrer consequências penais e civis.

Além disso, todas as vítimas podem pedir indenização por terem a reputação lesada. Clique abaixo e escute a entrevista exclusiva com o advogado e três das vítimas:

 

O primeiro vídeo apócrifo foi divulgado na última sexta-feira, até agora já são 12. Os últimos envolvem mulheres casadas, menores e até homens. “Até fim de casamento já teve”, lamenta uma das vítimas.