A Empresa de ônibus Progresso firma TAC com o MPPE para cumprir a Lei de gratuidade para idosos, mas serviços continuam péssimos

A empresa de viação Progresso firmou recentemente Termo de Ajustamento de Conduta perante o Ministério Público para cumprir a Lei Estadual nº 10.643/91 e o Estatuto do Idoso, que garantem a gratuidade de duas passagens por ônibus para pessoas acima de 65 anos, nas viagens intermunicipais e interestaduais.

 

No entanto, no dia-a-dia os serviços deixam a desejar, não apenas para as pessoas idosas. Usuários reclamam das péssimas condições dos veículos, principalmente a falta de higiene.

Na semana passada, um idoso não teve coragem de entrar no banheiro devido a sujeira e mau cheiro e fez as necessidades fisiológicas em um terreno baldio ao lado do banheiro da rodoviária de Arcoverde. Surge a pergunta: Por quê não usou o banheiro da rodoviária?

P14-06-15_13.51

Uma funcionária respondeu “está pior que a do ônibus porque está faltando água para limpeza”. Estes transtornos não correspondem ao aumento no valor das passagens de 7%.